De Cayo Coco à Praia Pilar

Cayo Coco foi dos primeiros sítios que quisemos visitar em Cuba. Tínhamos lido muito bem das praias de Cayo Coco e a verdade é que não desapontaram. O areal é extenso e a cor do mar é incrível, mas apanhámos algum vento e sargaço. Durante a nossa (curta) estadia em Cayo Coco aproveitámos para fazer um tour ao Cayo Media Luna e à Praia Pilar, considerada a mais bela praia de Cuba. Além de ter sido um dia bem passado, ainda tivemos direito a uma surpresa da natureza. 😍

Cayo Media Luna
Cayo Media Luna

Cayo Coco é uma ótima escolha para quem quer descansar e desfrutar a praia. É um excelente sítio para quem quer “desligar”. Cayo Coco ganha pontos a Cayo Guillermo no que diz respeito a infra-estruturas. Ainda que Cuba não seja um bom exemplo de boas infra-estruturas, Cayo Coco é mais desenvolvido que o Cayo vizinho, o que naturalmente atrai um maior número de pessoas.

Mulher de costas na praia em Cayo Coco
A praia em Cayo Coco

Para preparem a vossa viagem a Cuba podem ver o nosso Guia Prático aqui e aqui

Tour ao Cayo Media Luna e Praia Pilar

Acordámos às 7:00 para a nossa excursão que nos ia levar ao Cayo Media Luna, Praia Pilar e ainda ia parar em dois locais de snorkelling. Fomos de autocarro até ao porto e depois apanhámos um catamarã em direção ao Cayo Media Luna. A excursão incluía bar aberto no catamarã e almoço em Media Luna. No entanto, não recomendamos esta excursão e vamos contar-vos porquê.

A caminho de Media Luna fizemos duas paragens para snorkelling e foi o que mais nos desiludiu. Além do equipamento de snorkelling estar em péssimas condições, sentimos que os guias não mostraram uma atitude responsável nem sustentável. Os locais onde parámos tínhamos pouca variedade de vida marítima e, como entravam muitas pessoas no mar ao mesmo tempo, os poucos peixes que ali estavam acabavam por fugir. Para contornar isso, os guias incentivavam as pessoas a levarem comida para atrair os peixes.

Snorkelling a caminho de Media Luna
Snorkelling a caminho de Media Luna

Mas nem tudo foi mau. A caminho de Media Luna apareceram vários golfinhos que acompanharam o catamarã durante alguns minutos. Foi um momento muito bonito!

A caminho do Cayo Media Luna fomos surpreendidos por golfinhos

O Cayo Media Luna é muito bonito e, apesar de ter pouco areal, a cor do mar é incrível. Tivemos um almoço agradável e depois fomos explorar um pouco a ilha. Infelizmente, o tempo foi curto e tivemos que seguir caminho.

Cayo Media Luna
Cayo Media Luna
Cayo Media Luna

A última paragem do tour foi a Praia Pilar e foi, na nossa opinião, o que mais valeu a pena. Esta praia é considerada das mais bonitas de Cuba e merece a reputação. A praia é bastante extensa e a areia é branca e suave como é habitual em Cuba. E tem aquele mar cristalino e transparente que nos convida a banhos consecutivos.

Mulher sentada na areai a relaxar na Praia Pilar
A relaxar na Praia Pilar

Pela nossa experiência, não aconselhamos este tour. Se fosse hoje, apostávamos na Praia Pilar (há um autocarro que pára lá) e tentaríamos ir ao Cayo Media Luna de forma a ter mais tempo lá.

Caso queiram fazer este tour, o ideal será a partir de Cayo Guillermo porque fica mais perto (contámos aqui porque tivemos que ajustar os nossos planos).

Como chegar a Cayo Coco?

Visto que Cayo Coco tem aeroporto, a maneira mais simples de chegar lá é de avião. Nós queríamos voar diretamente de Lisboa para lá mas não conseguimos encontrar voo online. Assim sendo, ajustámos o plano e voámos para Cayo Coco a partir de Toronto com a AirTransat.

O aeroporto de Cayo Coco é literalmente uma casinha no meio das árvores, com a imigração e o espaço para a recolha de bagagem quase colados. Logo à saída do aeroporto há uma CADECA onde é possível trocar dinheiro, embora a taxa de câmbio não seja muito simpática.

Aeroporto Jardines Del Rey, em Cayo Coco
Aeroporto Jardines Del Rey, em Cayo Coco

Outra forma de chegar a Cayo Coco é via terrestre. Neste caso, o ideal será apanhar um autocarro Viazul até Ciego de Ávila e depois ir de táxi até Cayo Coco.

Depois da nossa estadia em Cayo Guillermo, decidimos regressar a Cayo Coco nuns autocarros que fazem um percurso entre vários hotéis de Cayo Coco e Cayo Guillermo e a Praia Pilar. Saímos logo de manhã, após o pequeno almoço. O bilhete para o autocarro custa 5 CUC por pessoa e tem validade de um dia. A viagem é bem mais demorada que de táxi porque vamos parando em cada hotel, mas também fica bastante mais em conta.

Podem ver o nosso percurso completo aqui

Onde ficámos?

Ficámos hospedados no Melia Cayo Coco, um hotel só para adultos. Quando vamos para sítios onde há mais turismo tentamos sempre encontrar uma zona mais reservada e, neste caso, o facto de ser um hotel só para adultos acaba por permitir usufruir de um ambiente mais tranquilo.

O hotel é muito bonito e tem boas infra-estruturas. A piscina é bastante grande, os quartos são espaçosos e os restaurantes são muito bons. Comemos muito bem (em quantidade e qualidade) tanto nos restaurantes a la carte como buffet.

O nosso bar preferido era o Carambola, um bar com mesa de bilhar perto da lagoa. O barman era bastante simpático, de fácil conversa e fazia uns cocktails ótimos. Ficámos bastante tempo à conversa com ele sobre as condições de vida em Cuba, sobre o que leva muitos cubanos a emigrar e nunca mais regressar e até falámos sobre desporto. Ele tinha uma cultura geral impressionante: sabia tudo sobre jogos olímpicos, números da geografia de Cuba e até conhecia o Ronaldo e o Eusébio. 🙂 São estes momentos que guardamos e que nos permitem conhecer um bocadinho a verdadeira Cuba.

O que mais gostámos:

  • Bar Carambola – o ambiente e os cocktails
  • Áreas comuns muito bonitas
  • Excelente piscina
  • Restaurantes a la carte

O que menos gostámos:

  • Tinha bastante gente. Especialmente à noite os bares ficavam bastante lotados.

Quanto fizemos a nossa pesquisa de hotéis para Cayo Coco, ficámos indecisos entre o Melia e o Pullman, que também tem uma zona adults only e do qual já tínhamos lido bons relatos. Mas como o preço já ficava acima do nosso orçamento acabámos por excluí-lo. Portanto, se tiverem um orçamento mais folgado ou se se quiserem dar a um pequeno luxo pode ser uma boa opção a considerar.

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *